Vereador: Requalificação urbana vai melhorar qualidade de vida e o desenvolvimento da ilha

O vereador das Infraestruturas na Câmara Municipal da Boa Vista disse hoje as obras estruturantes em curso na ilha visam melhorar o nível de acessibilidades, qualidade de vida dos munícipes e contribuir no desenvolvimento local.

Aristides Brito, que falava em declarações à Inforpress, informou que no passado dia 25 de Janeiro foi assinado na ilha um “auto de consignação” para a realização da segunda fase das obras de expansão do bairro de Boa Esperança, um projecto que considerou importante para a ilha, cujas obras, conforme avançou, arrancam no próximo dia 11 de Fevereiro e estão orçadas em cerca de 119 mil contos.

O projecto, segundo explicou, consiste na infraestruturação do referido bairro que será dotado de rede de esgoto, telecomunicações, electricidade e posteriormente será complementada com obras de pavimentação geral, criando condições para o loteamento de terrenos para habitação.

As obras da segunda fase de expansão do bairro de Boa Esperança são financiadas pelo Governo de Cabo Verde e pela Câmara Municipal da Boa Vista, através do Fundo do Turismo.

Conforme explicou o vereador, o auto de consignação foi assinado pela Direção Geral das Infraestruturas do Ministério das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação, a Câmara Municipal da Boa Vista, o Fundo do Turismo, a Sociedade Desenvolvimento Turístico das Ilhas da Boa Vista e Maio, Gabinete de Fiscalização a PROCON e a empresa adjudicatória a Elevolution Engenharia.

Além do projecto de requalificação do bairro Boa Esperança adiantou que a autarquia está “focada e comprometida” na concretização de outros projectos, nomeadamente a nível urbano, desportivo e social, em vista a impulsionar o desenvolvimento da ilha e melhorar a qualidade de vida dos munícipes.

Neste momento temos em curso obras estruturantes nomeadamente o trabalho da primeira fase da rede geral de esgoto de Sal Rei. Temos a estrada da Povoação Velha, a requalificação da zona de Boa Esperança, a zona de expansão e a rede de esgoto, requalificação do largo Santa Isabel, entre outros cujo concurso lançaremos brevemente”, disse salientando que a autarquia quer, por outro lado, que essas obras tenham impacto positivo na vida dos turistas que visitam a ilha.

Relativamente ao projecto da rede geral de esgoto de Sal Rei, o vereador explicou que tratar-se de um projecto integrado de toda a cidade, incluindo zonas de expansão, cuja a primeira fase está orçada em cerca de 50 milhões de euros, estando-se já a preparar a fase seguinte.

Conforme realçou, apesar dos problemas financeiros que o poder local enfrenta, as obras levadas a cabo pela câmara da Boa Vista têm tido um impacto importante a nível local, concretizando os objectivos delineados pela autarquia.

Entretanto, avançou que neste momento a autarquia está a reformular em parceria com o Governo, o estudo financeiro que já tinha sido concluído, por forma a mobilizar verbas para a concretização dos projectos em menos tempo.

Fonte: Inforpress